Alegria, emoção e orgulho dos alunos do CSCJ aprovados no SISU.
 
  Em 01/02/2019  
   
     
     
 

A divulgação dos resultados do Sistema de Seleção Unificada- SISU foi marcada por muita alegria, emoção, choro e festa entre os alunos do 3° Ano do Colégio Sagrado Coração de Jesus. Os estudantes aguardavam com ansiedade o resultado final do SISU, que utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio-ENEM para preencher vagas ofertadas por instituições de ensino de todo o país.

A Rede Saviniana de Educação está orgulhosa das significativas aprovações dos saviestudantes, que conquistaram excelentes resultados, garantindo vagas nas melhores universidades públicas do Brasil.

O bom desempenho é fruto de muita dedicação dos alunos, empenho dos familiares e de toda a equipe do colégio. "É muita gente para agradecer. Primeiramente a Deus, depois à minha família e ao CSCJ. Cada professor, coordenador, a psicóloga, as Irmãs, todos fazem parte dessa conquista. Foram anos de estudo, de empenho, de foco. Eu deixei de fazer viagens com a família nesse último ano, evitei participar de festas, larguei prazeres. Mas valeu a pena. É uma alegria muito grande. E aconselho a todos que estão iniciando o 3° ano que lutem, tenham disciplina, busquem dobrar o esforço, porque o resultado vem e é emocionante demais", contou a aluna Regiane Maria Batista Costa, aprovada para Medicina na UFPI.

Quem acredita sempre alcança

Guilherme de Sousa Lima, também aprovado em Medicina na UFPI, tem essa frase como guia. Ao ver o nome na lista dos aprovados, ele abraçou-se com a mãe e a irmã e agradeceu. Logo em seguida foi ao CSCJ. O estudante, que foi aluno do Colégio Catarina Levrine, da Rede Saviniana de Educação e Assistência Social, estudou no Colégio das Irmãs com bolsa. Ao concluir o Ensino Fundamental no colégio mantido pelas Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena no bairro Memorare, Guilherme, que tinhas excelentes notas, ganhou uma bolsa de estudo e em 2015 foi transferido para o CSCJ. "Hoje, vendo meu nome aprovado para o curso que tanto sonhei, passa um filme na mente de tudo o que eu vivi. É muita gratidão à rede, às Irmãs, ao professor Marcelo, que acreditou em mim, e à minha família. Eu batalhei, abdiquei de muita coisa para alcançar esse sonho, que sempre acreditei e hoje vejo sendo realizado. Meu desejo agora é ser um universitário dedicado ao máximo e, futuramente, um profissional de excelência", disse Guilherme, que muito tímido ainda não sabia se iria comemorar com festa o resultado.

A mãe do estudante, Luceléa Andrade de Sousa, acompanhou o filho na visita ao colégio pouco tempo depois do resultado. Ela estava orgulhosa do filho e agradecida ao Colégio das Irmãs. "Foi muito merecido. Eu via o esforço do meu filho, acompanhei toda a evolução do Guilherme, mas parece que ainda não caiu a ficha. Nesse momento lembro dele ainda bem criança começando a estudar. Saber que ele foi aprovado e ainda ficou entre os primeiros é muito gratificante. Só tenho a agradecer às Irmãs, que me ajudaram nessa conquista", concluiu a mãe, que tinha um brilho nos olhos de tanta emoção.

"Alô, alô papai, alô mamãe"

Ao som da tradicional "Marcha do Vestibular", os aprovados colocaram a vitrola pra tocar e foram recebidos com festa na escola. Para comemorar os resultados, o CSCJ reuniu os futuros universitários. Eles se reencontram e, acompanhados de uma banda, brincaram, desfilaram por todo o colégio e foram parabenizados por alunos e funcionários. "Vou guardar esse momento pra sempre. Dá vontade de chorar vendo todo o colégio dando parabéns pra gente", afirmou a aluna Brenda Maria, aprovada para Direito na UESPI.

O CSCJ parou para homenagear os aprovados

Das janelas, dos corredores, do pátio, de todos os cantos da escola era possível ver a alegria dos alunos, desde aqueles bem pequenos, até os que estão iniciando o 3° ano, em homenagear os campeões. Eram palmas, abraços e muitos gritos de alegria. "Ano passado eu vi a comemoração dos aprovados e imaginei como seria bom poder participar dessa festa. Hoje é maravilhoso estar nesse grupo vitorioso" concluiu Beatrice Martins, aprovada para Medicina na UFPE, e que desde o Ensino Infantil estuda no CSCJ.

O estudante João Leonardo, que foi aprovado em Engenharia Mecânica, era um dos mais animados. "É lindo ver essa festa. Eu nasci nesse colégio, praticamente, e agora já está me dando muita saudade", disse o estudante, que vai embora de Teresina para estudar na Universidade Federal de Santa Catarina. 

Agora os estudantes vão traçar novos caminhos, irão receber a oportunidade de seguir as suas escolhas. O preparo pra esse momento de independência foi durante toda a vida escolar. "Foi uma felicidade ter vocês aqui com a gente, poder ter visto o desenvolver de cada um. Agora vocês são cidadãos do mundo e vão contribuir com a sociedade. Nós estaremos sempre aqui", afirmou Marcelo Sá, grande responsável pelo excelente desempenho dos alunos nos vestibulares de todo o Brasil.

Para a diretora do CSCJ, Irmã Elane Silva, a lista com o nome dos aprovados representa mais que conquistas individuais dos estudantes, envolve o projeto de cada um e a proposta educativa do Colégio das Irmãs, que estende-se para além dos muros. "A escola estará sempre de portas abertas para todos vocês. Muitos chegaram aqui ainda bem pequenos e hoje se despedem para alcançar novas alegrias e novos espaços. Agradecemos a Deus, que permitiu essas oportunidades e todas as graças alcançadas na vida de vocês", disse a diretora, ao rezar um Pai Nosso e uma Ave Maria com os alunos na capela da escola.



Por: Comunicação - CSCJ.